Sábado – O selo da Graça de Deus

Pastor Diego. Certo dia, eu conversava com a secretária da igreja Adventista de Espírito Santo do Pinhal sobre a salvação pela graça. Ela me perguntou:. “Se a salvação é de graça, então não precisamos guardar o sábado?” Que resposta eu poderia dar. Eu disse que não.

E saiba que não digo nenhum absurdo, pelo contrário, esta afirmação pode ser perfeitamente comprovada pelo contexto Bíblico. Ninguém alcançará a salvação por méritos próprios, nem mesmo pela obediência a Deus. Não seremos salvos porque obedecemos, mas porque Cristo obedeceu por nós. Ele é nosso único Salvador. Senão, ao famoso jovem rico não lhe seria pedido mais nada além do que ele já fazia: guardar os mandamentos (Mt 19:16-22). Então por que ser adventista requer a guarda do sábado?

Primeiro: porque quem requer não é a Igreja Adventista, mas o próprio Deus. Segundo: Porque Deus requer a guarda do sábado não como método para a Salvação, mas porque o sábado é o maior símbolo da graça nos dez mandamentos. Como assim? Quando falamos da graça devemos entender algo que recebemos de graça, sem pagamento, sem merecimento. Assim nos é oferecida a Salvação em Cristo. Noto que na prática não conseguimos assimilar muito bem esta idéia. Isto porque este pensamento é contrário a tudo o que aprendemos desde muito cedo na vida. Aprendemos que recebemos algo se fazemos por merecer. “Se comer tudo então ganha a sobremesa”; “Se passar de ano então ganha a bicicleta”; “Deus ajuda quem cedo madruga” é o que ensinamos aos nossos filhos. Nossa sociedade está organizada desta forma. O mérito é sempre o que deve ser premiado. Embora seja verdade na vida diária, não podemos aplicar isto aos ensinos de Deus quanto à salvação.

Deus não premia o mérito, pois não temos mérito nenhum para a salvação. Então por que obedecemos? Nos dez mandamentos o único mandamento que fala de descanso é o sábado. Quando lemos os outros nove mandamentos temos a tendência natural de achar que nunca conseguiremos ser fiéis a Deus. Aí está a beleza de tudo isto! Quando você pensa que não vai conseguir, Deus te oferece um descanso. Deus diz: Não lute, não tente, não faça nada, descanse. Que maior símbolo da graça podemos obter? Com o sábado Deus quer lembrar-nos de que não dependemos de nós, mas dEle. Ele faz tudo enquanto descansamos. A nossa parte é esperar nEle. Por isto, Deus quer que a graça seja verdadeira também no seu dia-a-dia. Cremos no trabalho, no dinheiro, em nossas próprias forças, mas duvidamos de Deus. O sábado existe para que você saiba que não precisa se preocupar. Deus quer que o sábado seja um símbolo vivo em nossa família de que Ele é o provedor de tudo o que precisamos. Do alimento à Salvação. Assim Deus pede para que nos tornemos um exemplo vivo de Sua graça Ele nos pede que descansemos no sétimo dia, não por que precisamos disto para ser salvos, mas para que outros vejam que cremos somente em Deus e é só dEle que precisamos.

Deste modo o sábado não é contra a graça, muito pelo contrário, ele é o maior selo da graça de Deus em nossos dias. Para que todos saibam disto, Deus pediu isto na forma litúrgica de um mandamento. Sem guardar o sábado não podemos entender que Ele é quem provê tudo o que precisamos. Sem o sábado é muito fácil crer que também precisamos trabalhar pela nossa Salvação. No reino do céu não precisamos de mérito e nem de esforço que complete a obra de Cristo por nós. Por isto Deus nos deu o sábado para que não haja dúvidas de que Ele é o Senhor que cuida.  Ele nos deu o sábado como selo de sua graça. Para que todos saibam quem é o Deus que nos santifica. (Ez 20:20).