Ritmo Errado, Triste Final.

Meu caro amigo, tenho notado que nós, seres humanos vivos no século XXI, estamos cada vez mais Hedonistas.

Cada vez mais presos as tentações do presente.

Cada vez mais escravizados por nossos desejos e apetites.

E isso nos fará perder o nosso futuro.

Foi assim com Esaú, quando trocou a benção da primogenitura por um prato imediato de lentilhas.

Achei esse vídeo aí.

Nele, as crianças ganham um Marshmallow extra se esperarem 15 minutos. Mas se comerem o Marshmallow que está diante dos seus olhos imediatamente. Isso é tudo que terão.

Ele demonstra como somos naturalmente conduzidos por nossos desejos imediatos, e que se desejamos vence-los, nunca é sem muita luta.

A primeira vez que esse teste foi feito, por Walter Mischel na Universidade de Stanford, colocou a prova, como no vídeo acima, algumas criancinhas de 4 anos.

Durante o crescimento e adolescência dessas crianças os cientistas analisaram seus respectivos desenvolvimentos.

Descubriram que os que esperaram, foram mais bem sucedidos e estáveis na vida. Enquanto os que não sabiam esperar, eram mais instaveis, descontrolados e suscetiveis a ceder a suas próprias emoções.

Novidade?

Acho que não.

Deus tem lutado para que o homem pare de sonhar com os prazeres imediatos dessa vida para viverem uma vida interminavelmente prazerosa.

Mas o marshmallow continua a nos encarar. Ele está sempre na nossa frente…

Aprender a esperar é uma questão de vida ou morte.

Os Gurus modernos dizem que você tem que APROVEITAR O PRESENTE.

Balela.

Armadilha.

Você tem que vivê-lo intensamente,  mas olhando pra frente o tempo inteiro.

Não estou falando apenas de salvação, estou falando sobre o que faremos com o nosso presente.

Ele pode ser dominado.

Ou podemos ser os dominados.